Entenda porque não forçar o carro a pegar no tranco!

Sempre foi muito comum fazer um veículo pegar no tranco, porém o que poucos condutores sabem é que essa prática pode causar mais danos do que benefícios. Antigamente era normal que os automóveis possuíssem problemas simples de resolver, bastava fazer o motor pegar e dirigir até a oficina mais próxima, porém hoje esse costume não é recomendado.

Entenda porque não forçar o carro a pegar no tranco!

Hoje em dia os automóveis possuem uma tecnologia muito mais avançada que os antigos costumavam ter. Sendo assim, quando você força um motor à pegar no tranco, você pode estar forçando o motor à um ponto que danifica ainda mais o sistema do veículo.

Claro, isso não quer dizer que se você fizer um carro pegar no tranco, ele vai morrer pra sempre. Em casos como de uma bateria arriada, simplesmente por esquecer os faróis ligados (por exemplo), você pode forçar o carro à dar a partida. O mais importante, porém, é se atentar para o caso do motor não pegar, pois isso sim é sinal de que o problema está em outro lugar.

Os motivos mais comuns que fazem o motor falhar (que levariam o motorista a forçar o motor à pegar no tranco) são sobrecarga nos circuitos eletrônicos, possíveis danos ao motor ou problemas no próprio catalisador, correia dentada ou injeção de combustível. Quando o problema é mecânico ou elétrico, como um fio desconectado, uma bobina queimada, vela suja ou injeção fora do ponto, é extremamente perigoso fazer o motor pegar no tranco.

Se o catalisador estiver danificado, você pode piorar a situação de forma irreparável, devido ao combustível sair pelo escapamento. Nesse caso, a passagem do combustível de forma líquida pelo catalisador faz com que os materiais nobres, encarregados de reduzir a nocividade dos gases do escapamento, sejam alterados e parem de funcionar, pondo a sua saúde em risco.

Esperamos ter respondido todas as suas dúvidas, porém quaisquer perguntas é só nos chamar. Se precisar também de uma ótima loja de bateria em Santos, fale conosco na página de contato ou em um dos nossos telefones, disponíveis no rodapé do site. Até a próxima!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.