Sensor de estacionamento e os tipos disponíveis no mercado

Sensor de estacionamento e os tipos disponíveis no mercado

Um dos avanços automobilísticos mais inovadores dos últimos tempos é, sem dúvida, o sensor de estacionamento para carros. Essa “nova” tecnologia te permite manobrar o carro, diminuindo a probabilidade de bater na hora de estacionar. Principalmente para motoristas iniciantes, o sensor de estacionamento (ou sensor de presença) pode ser extremamente útil. Esta ferramenta é normalmente adicionada na parte traseira, mas também pode ser encontrada na dianteira ou na lateral do veículo.

Seu funcionamento se dá por um aviso ao condutor de que o veículo se aproxima de algo. Seja uma parede, outro carro, o que for… Muitas vezes, além do sensor de “apito”, alguns carros adicionam uma câmera para que o motorista possa efetivamente ver o que ocorre. Existem diversos tipos disponíveis no mercado, porém universalmente sua tecnologia usa ultrassom, uma espécie de radar, comum em aviões comerciais. Sendo assim, o sensor emite um sinal de frequência inaudível que reflete no objeto, apresentando então a exata distância do carro.

O que é e quais são os tipos disponíveis no mercado sensor de estacionamento de carro?

Atualmente no mercado existem quatro tipos de sensor de estacionamento. O primeiro e mais comum é o que emite um som na aproximação, como um bip que aumenta em intensidade na medida que se aproxima de algo. Em seguida existem os que disponibilizam de câmera, os de aviso luminoso e, por último, os de display. O último é um sistema mais completos, que mostra no visor do carro inclusive a distância entre o veículo e o objeto que se aproxima.

Esperamos ter respondido todas as suas dúvidas, porém quaisquer perguntas, sobre sensor de estacionamento automotivo ou não, é só nos chamar. Se precisar também de uma ótima bateria em Santos, fale conosco na página de contato ou em um dos nossos telefones, disponíveis no rodapé do site. Até a próxima!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *