O que é a sobrecarga nos circuitos eletrônicos?

Ninguém tem o “costume” de fazer o carro pegar no tranco… Esse procedimento, apesar de comum, é praticado apenas quando o carro apresenta problema em dar a partida, normalmente devido à bateria ter arriado. Porém, o que acontece quando o motor deixa de dar a partida, mesmo com o arranque virando até acabar a bateria? Nesse caso nós temos a sobrecarga nos circuitos eletrônicos.

O que é a sobrecarga nos circuitos eletrônicos?

Na verdade, quando fazemos o carro “pegar no tranco”, nós estamos causando danos irreversíveis ao veículo. Claro que essa prática pode nos salvar em um sufoco, mas isso não anula o problema que ela causa. Quando consideramos os efeitos à longo prazo, podemos notar uma maior propensão à panes elétricas, entre outros exemplos.

A bateria arriada nada mais é do que uma bateria sem capacidade de recarga, portanto quando forçamos o seu funcionamento, estamos sobrecarregando seus componentes. Seja o alternador, o motor de arranque ou os fusíveis, o sistema eletrônico é o que mais sofre com os efeitos colaterais.

Entre os principais componentes afetados pela sobrecarga nos circuitos eletrônicos estão o ar condicionado, o sistema de som e luzes, o motor de arranque e a própria bateria automotiva.

Esperamos ter respondido todas as suas dúvidas, porém quaisquer perguntas é só nos chamar. Se precisar também de uma ótima loja de bateria em Santos, fale conosco na página de contato ou em um dos nossos telefones, disponíveis no rodapé do site. Até a próxima!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.